Notícias

Publicado: 03/04/2019

ACI promove o trabalho centrado no ser humano recomendado pela OIT

A Organização Internacional do Trabalho (OIT), por meio da Comissão Mundial sobre o Futuro do Trabalho, publicou o relatório “Trabalhar por um futuro mais promissor”, que tem como objetivo construir um futuro melhor para todos nesse momento de grandes desafios globais.

A premissa do relatório é promover uma agenda centrada no ser humano, é o que faz o modelo cooperativo que tem o ser humano no centro e mais importante que o lucro.

“Como empresas centradas nas pessoas caracterizadas pelo o controle democrático, que prioriza o desenvolvimento humano a justiça social no lugar do trabalho, as cooperativas são atores chave para alcançar as ações propostas. As cooperativas permitem que as comunidades possuam e controlem ferramentas econômicas conjuntas para resolver suas necessidades mais centrais (produção, emprego, moradia, saúde, educação, crédito, seguros, etc) por meio da apropriação e participação democráticas, gerando um crescimento inclusivo e sustentável, sem deixar ninguém para trás”, disse Ariel Guarco, presidente da Aliança Cooperativa Internacional (ACI).

A ACI também manifestou alegria em saber que a OIT sugira que os governos se comprometam em realizar uma agenda centrada nas pessoas e com a implementação da Garantia Universal do Trabalho, que protege os direitos fundamentais dos trabalhadores, garante um salário digno e protege os locais de trabalho que promovem equidade.

As cooperativas ao redor do planeta por meio da ACI têm se comprometido com os direitos fundamentais dos trabalhadores através da Recomendação de Promoção de Cooperativas da OIT (nº 193) que foi recentemente aprovado pela ACI que consta: “A ACI respeitará, promoverá e atuará com diligência para apoiar os princípios fundamentais do trabalho decente.”

Por meio das cooperativas, os trabalhadores autônomos, os produtores e mulheres empreendedoras na economia informal podem passar da economia informal para a formal e, portanto, aumentar significativamente sua renda e competitividade acessando serviços que não estavam disponíveis devido a pequena dimensão dos seus negócios e à falta de acordos formais aplicáveis.

Como ator global que emprega quase 10% da população ocupada em todo mundo, a ACI faz um chamado aos representantes da OIT para que reconheçam o papel das cooperativas para alcançar uma agenda de trabalho decente e centrada no ser humano dentro da Declaração proposta sobre o futuro do trabalho.


Fonte: EasyCOOP com informações da ACI